Quinta Retrô: Lieselotte e a origem da nutrição no Brasil

  • 31/03/2022 às 18:21

Na capital catarinense, no dia 23 de setembro de 1917, nascia Lieselotte Hoeschl Ornellas, filha de imigrantes alemães, sua infância – vivida majoritariamente em Lages – foi marcada pelo rigor das famílias europeias. Na escola mantinha um excelente rendimento, sempre com ótimas notas, além das aulas tradicionais, Lieselotte falava três idiomas e também tocava piano.

Costumamos dizer que as personalidades de hoje inspiram as de amanhã, assim foi para ela. Aos seus 18, despertou seu interesse pela nutrição ao ler a biografia de Florence Nightingale – já contamos a história dela aqui. Estava decidido: a melhor forma de ajudar o próximo era cursando enfermagem.

Já formada, tinha o desejo de viajar para Goiás e trabalhar com a população indígena, porém um surto de salmonela fez com que ela voltasse para a capital. Lá estudou Administração de Enfermagem e conquistou uma bolsa de estudos para cursar Nutrição na Argentina. Aos 21 anos, aceitou o desafio e iniciou uma nova jornada profissional.

Graduada, em 1943, retornou ao Brasil e trabalhou como instrutora no Instituto de Enfermagem Anna Nery (EAN) – já falamos sobre a Anna também. Quatro anos mais tarde, partiu para a Inglaterra para cursar uma pós-graduação em racionamento alimentar – em consequência da Segunda Guerra. Posteriormente foi aos Estados Unidos especializar-se em instrumentos utilizados na Nutrição.

Com duas graduações e uma especialização, em 1950, foi para a Bolívia para trabalhar com vítimas. Lá ela coordenava a alimentação infantil, Lieselotte foi condecorada pela sua missão. Durante sua carreira colecionou alguns cargos de extrema importância:

  • presidente do Conselho das Alunas da EAN;
  • criadora da Associação de Enfermeiras Diplomadas Brasileiras (ABED/ANED);
  • compôs o conselho técnico-científico da Associação de Nutrição do Estado do Rio de Janeiro;
  • integrante vitalício da British Dietetic Association;
  • fundadora do Núcleo de Pesquisa de História da Enfermagem Brasileira (Nuphebras)

Lieselottefoi um dos pilares da instituição da nutrição no Brasil, ela atuou como docente de Técnicas Dietéticas e produziu muitas obras devido aos seus estudos, que são até hoje utilizadas e recomendadas nos cursos de graduação em Nutrição. Trabalhou também no Hospital dos Servidores do Rio de Janeiro, como chefe do serviço de dietética. Onde instituiu o ensino da Nutrição, estratégia criada, para o desenvolvimento da profissão de nutricionista.

Devido a sua dedicação e estudos realizou palestras em congressos e eventos ao redor do mundo durante toda sua carreira e, atualmente, o maior prêmio de nutrição nacional leva o seu nome.

Compartilhe com alguém

Código de barras copiado