Dicas para a Black Friday

A Black Friday, ou Sexta-feira Negra, já se consolidou no Brasil, onde a última sexta-feira do mês de novembro costuma ser aguardada por quem busca adquirir produtos e serviços com descontos significativos. Para não cair em armadilhas com preços pela “metade do dobro”, vale a pena conferir as dicas que a professora do Uniftec, Márcia Tolotti, que também é autora do livro “As Armadilhas do Consumo”:

BLACKA Black Friday, ou Sexta-feira Negra, já se consolidou no Brasil, onde a última sexta-feira do mês de novembro costuma ser aguardada por quem busca adquirir produtos e serviços com descontos significativos. Para não cair em armadilhas com preços pela “metade do dobro”, vale a pena conferir as dicas que a professora do Uniftec, Márcia Tolotti, que também é autora do livro “As Armadilhas do Consumo”:

 

    1. Como descobrir se o desconto é verdadeiro?


Pesquisa, a boa e velha pesquisa sempre é um bom indicador. Procurar saber sobre os preços anteriores a promoção é um bom começo. Não deveríamos ter que nos preocupar com a veracidade da promoção, mas infelizmente sabemos que algumas instituições elevam os preços para depois “dar descontos”. Então, a pesquisa é a melhor maneira de garantir.

 

    1. Quando a promoção vale a pena?


Quando o consumidor esperou os preços diminuírem para poder comprar e quando os bens ou serviços adquiridos realmente são necessários. “Aproveitar” o preço para comprar um supérfluo, sempre será caro, independente do valor, por que? Porque não há necessidade. Promoção é um recurso das instituições e que o consumidor pode aproveitar, desde que estivesse aguardando o momento certo para fazer um bom negócio.

 

    1. Como não comprar por impulso?


Impulso é uma moeda cara. É uma antecipação no tempo de algo que talvez a pessoa não tenha dinheiro ou não tenha necessidade. O impulso na compra é uma forma de auto sabotagem. É muito difícil controlar um impulso, até porque as pessoas sempre acreditam que aproveitar descontos é equivalente a fazer bons negócios. Isso não é verdade, não é sempre assim. Desconto é bom quando foi planejada a aquisição, caso contrário, pode ser uma grande armadilha. Analisar os motivos pelos quais, verdadeiramente, está comprando é uma das formas de tentar controlar o impulso.

 

    1. É melhor comprar no início ou no final da Black Friday?


Para garimpar bons preços, o início é melhor.

 

    1. Quando vale a pena comprar na Black Friday pra investir?


Quando verdadeiramente o bem ou serviço for um investimento, por exemplo, desconto em estudo, por que? Porque estudo é investimento. Outro caso é quando comprar um maquinário que vai gerar uma renda futura. Caso contrário, não é investimento.

 

    1. A Black Friday pode ser uma boa opção para adiantar as compras de Natal? Como se organizar?


Sim, se a pessoa estipular um limite de compras de natal e tiver como pagar. Caso atrase pagamento (cartão, cheque especial...) não vale.

 

    1. Vale a pena comprar na Black Friday contando com o 13º?


Apenas se o planejamento já era utilizar o 13º para tais compras. Mas, a rigor, 13º é um dinheiro que deveria ser investido em ativo financeiro sempre, ao menos grande parte dele.

 

BLACK FRIDAY 2BLACK FRIDAY NO UNIFTEC
Neste ano a Black Friday será no dia 24/11 e o Grupo Uniftec divulga ações promocionais que beneficiam todos alunos (atuais, novos, reingressos ou transferidos) para todos os cursos, de todas as suas unidades, exclusivamente nesta data.
A instituição concederá descontos de 50% no pagamento à vista de qualquer curso, seja cursos Técnicos, de Graduação ou Pós-graduação/MBA, na modalidade presencial e EaD – Educação à Distância, mas exclusivamente para contratações e pagamentos que forem efetuados na data da Black Friday, 24/11/17. Também neste dia haverá isenção da taxa de matrícula para cursos Técnicos e de Graduação.

 

Ana Paula Boelter
Jornalista |Mtb 14263
Assessoria de Comunicação
Grupo UniFtec
54 3027 1300 R:599
Vestibular Agendado www.fazftec.com

Compartilhe com alguém