QUINTA RETRÔ: Oscar Niemeyer e as curvas de uma nação

  • 10/09/2020 às 18:29

Quinta Retrô: toda quinta-feira, uma curiosidade histórica diferente!

Alguns nomes habitam o imaginário popular do brasileiro. Pessoas que você sabe o nome, mas não sabe direito quem foram, entende? Uma dessas figuras é Oscar Niemeyer, um dos arquitetos mais renomados do mundo, autor de mais de 600 projetos arquitetônicos. 🕍

Oscar Ribeiro de Almeida Niemeyer Soares Filho nasceu em 15 de dezembro de 1907, no Rio de Janeiro. Aos 21 anos, iniciou o estudo da Arquitetura e Urbanismo na Escola Nacional de Belas Artes, que posteriormente seria incorporada à UFRJ. Desde a faculdade, Oscar demonstrava aptidão e uma identidade firme do seu trabalho: obras cheias de curvas, sem linhas retas, que provocassem espanto nos espectadores e a frequente pergunta de "Como isso tá em pé?!". Esse era Oscar: disruptivo, iconoclasta e absurdamente talentoso. 〰〰〰〰〰

Em 1934, logo após o fim da faculdade, seu talento foi reconhecido e ele foi trabalhar com Lúcio Costa (grave esse nome), um dos arquitetos mais renomados do Brasil. Foi ao lado de Costa que Niemeyer ganhou destaque internacional e iniciou uma série de obras memoráveis 🙋‍♂️🙋‍♂️ Por exemplo, você sabia que, em 1954, Oscar Niemeyer trabalhou na reconstrução de Berlim, na Alemanha, destruída após o fim da Segunda Guerra Mundial? 😱

No entanto, foi em 1956 que Niemeyer tornou-se uma figura popular. Neste ano, o então presidente Juscelino Kubitschek iniciou a intrépida construção de Brasília, a nova capital do Brasil. Para dar forma à cidade, JK convocou Lúcio Costa, que projetou a cidade (o famoso avião), e Oscar Niemeyer, que desenhou as principais construções da capital. ✈ Palácio da Alvorada, Memorial dos Presidentes, Catedral de Brasília, Congresso Nacional... todas foram obras assinadas por Oscar!

A empreitada colocou Niemeyer no imaginário do brasileiro e o tornou referência mundial em Arquitetura e Urbanismo. Nos anos seguintes, ele recebeu premiações na Franças, Itália, Argélia, EUA, Espanha e Inglaterra, com projetos construídos em todas as cidades por onde passou. No Brasil também assinou diversas outras obras, como o Parque Ibirapuera, em São Paulo 🌎 O arquiteto carioca tornou-se sinônimo de modernidade. E, claro, curvas.

Oscar Niemeyer morreu em 5 de dezembro de 2012, aos 104 anos. Mais de um século dedicados à inovação, à Arquitetura e ao seu país. 💙

▶ E fica a dica do Uniftec para quem quer conhecer mais sobre sua história: o documentário A Vida é Um Sopro 😉

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Inegavelmente, Oscar Niemeyer nasceu com um dom para a criação e com uma visão diferenciada do mundo. No entanto, se não fosse sua formação acadêmica, provavelmente não teria aproveitado esse talento para tornar-se um gênio em sua área. Que tal trilhar o mesmo caminho de Niemeyer? Inicie sua trajetório junto ao Grupo Uniftec, no curso de Arquitetura e Urbanismo! Inscreva-se no nosso vestibular clicando abaixo:

Compartilhe com alguém

Código de barras copiado