Quinta Retrô: Leonardo da Vinci, um gênio atemporal

  • 30/09/2021 às 13:55

A Renascença foi a época aonde foram criadas algumas das maiores pinturas que vimos em toda a história. Com a valorização do individual, do humanismo e do cientificismo o movimento Renascentista iniciou na Itália e se espalhou por toda a Europa. Um dos principais nomes, se não o maior, da época é Leonardo da Vinci. Hoje você conhecerá mais sobre a vida, as pinturas e a genialidade de da Vinci.

Nascido em 15 de abril de 1452, na Vila da Vinci em Toscana, na Itália. Leonardo carrega o nome do vilarejo onde nasceu consigo, tornando a pequena Vila em Toscana famosa em todo o mundo. Autodidata, da Vinci demonstrou o talento com a pintura desde a infância.

Aos 16 anos foi levado para Florença para trabalhar como aprendiz e escultor florentino Andrea del Verrochio. Seu primeiro grande trabalho foi parte da obra “O Batismo de Cristo”, pintando o anjo e a paisagem à esquerda do quadro.

Da Vinci ganhou destaque e aperfeiçoou o uso de luz e sombra em suas telas. Com 25 anos juntou-se aos artistas que trabalhavam para o mecenas que governava Florença, Lourenço de Medici. Recebeu encomendas para pintar painéis em igrejas e capelas, como a de São Bernardo e a de São Donato, a última não chegou a ser concluída.

Em 1482 mudou-se para Milão onde ofereceu seus serviços para o Duque, Ludovico Sforza. Apresentando-se como engenheiro, arquiteto e pintor, da Vinci executou obras como “A Virgem das Rochas” e “A Dama com Arminho”, retrato de Cecília Gallerani, amante de Ludovico.

Uma de suas obras mais famosas teve início em 1495, com 9 metros de comprimento e 4 metros e 20 centímetros de altura, em uma parede do refeitório Convento de Santa Maria delle Grazie, Leonardo pintou “A Última Ceia”. Da Vinci levou três anos para concluir a obra.

Ainda em Milão, ele projetou a rede de canais e um sistema de irrigação e abastecimento de água. Leonardo ainda fez o projeto completo da urbanização da cidade. Após, em 1499, voltou para Florença.

Da Vinci viajou por diversas cidades, em Veneza, estudou o sistema defensivo da cidade atacada por turcos e projetou grandes catapultas. Foi nomeado Engenheiro Militar em Florença no ano de 1502. Um ano mais tarde voltou a ter uma pintura encomendada, Francesco del Giocondo solicitou uma pintura de sua mulher.

O ano de 1507 foi marcado pelo término da obra mais aclamada de da Vinci. A Mona Lisa é uma obra que revolucionou sua época devido ao realismo da arte, à habilidade de Leonardo e ao uso de técnicas novas para a época. Atualmente a pintura é a principal atração turística do Museu do Louvre, em Paris.

Leonardo voltou a viajar pela Itália pintando telas como “Santa Ana, a Virgem e o Menino” e “São João Batista”, sua última obra reconhecida. Da Vinci então decidiu dedicar-se a outras áreas do conhecimento.

Dedicou-se aos projetos de engenharia, arquitetura e anatomia, aprofundando seus estudos de matemática e ótica. Em razão das crenças da época, foi considerado desrespeitoso com os mortos, por dissecar cadáveres a fim de compreender o corpo humano.

Seus estudos foram registrados em diversos desenhos e no “Tratado de Anatomia”. O Homem Vitruviano, que apresenta as proporções perfeitas do corpo humano, foi resultado de seus estudos e está exposto na Gallerie dell’Accademia, em Veneza.

Em 1516 deixou, de forma definitiva, a Itália rumo a França. Levou consigo suas anotações, desenhos e três quadros feitos sob encomenda que não foram entregues: A Mona Lisa, Santa Ana, sua obra favorita, e São João Batista.

Três anos mais tarde, doente e com problemas nas articulações da mão esquerda, essa que usava para realizar as pinturas, foi morar no Castelo de Cloux. Da Vinci passou todo o mês de abril na cama, acompanhado de suas obras e de constantes visitas de Francisco I. Em 2 de maio de 1519, Leonardo da Vinci faleceu no Castelo de Cloux, deixando suas obras e seu legado.

O talento, a aspiração pelo conhecimento e a coragem de revolucionar fizeram de Leonardo da Vinci atemporal. Suas técnicas, obras e estudos são praticados e vislumbrados até os dias de hoje. É difícil não admirar alguém que deixou tantas heranças, nas mais diversas áreas, para o mundo. Se a trajetória de Leonardo da Vinci te inspira, você provavelmente tem uma ótima relação com as artes e, por isso, o curso de Design é o ideal para você.

O curso de Design do Grupo Uniftec forma profissionais qualificados para atuarem no desenvolvimento, na oferta e execução de projetos inovadores, capazes de produzir valores sociais, econômicos e culturais através da diferenciação de produtos e serviços elaborados através sistemas tecnológicos, artísticos e culturais.

Compartilhe com alguém

Código de barras copiado